ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

quarta-feira, 9 de março de 2016

Após sequência de derrotas, Bernal evita 'bater de frente' com vereadores

Prefeito garante que não tem dificuldade em lidar com a Câmara Municipal e convida gestores para o diálogo

Após diversas derrotas na Câmara Municipal, com a derrubada da maioria dos vetos impostos pelo Poder Executivo, o prefeito Alcides bernal (PP) amenizou o tom e evita 'bater de frente' com os vereadores, que declararam guerra à gestão por causa das últimas acusações.

Ao tomar conhecimento de que o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), afirmou que a "paciência acabou" e pediu apoio do PMDB para lidar o atual gestor da Capital, Bernal garantiu que não vai entrar em discussão e que está a disposição dos vereadores, caso o assunto tratado seja 'republicano'.

"Eu não vou entrar nessa discussão, estou a disposição dos vereadores. Se quiserem falar comigo, é só me avisar, só me convidar. Se quiserem podem ir à prefeitura, as portas estão abertas. Nós estamos trabalhando e se eles quiserem conversar comigo, desde que seja coisa republicana, podem ir", diz Alcides.

Questionado sobre a relação ter estremecido com os parlamentares, o prefeito descarta uma relação ruim e afirma que tem prazer de receber e visitar os vereadores. "Eu tenho maior prazer de recebê-los e também visitá-los na Câmara Municipal".

Diante de afirmações de João Rocha, que o prefeito deveria ser mais humilde com a Casa de Leis, Bernal garante que não tem dificuldade de se relacionar com os parlamentares. "Não há dificuldade da minha parte em receber, a prefeitura está com as portas abertas", finalizou.

Derrotas
Somente na manhã de hoje (8), os parlamentares derrubaram sete vetos do Poder Executivo. Entre os destaques está o veto ao Projeto de Lei n° 7.548/13, que concede isenção no pagamento do IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) aos portadores de câncer do município de Campo Grande.

A Câmara Municipal também manteve o Projeto de Lei nº 7.717/14, que dispõe sobre a reserva, para negros e índios, das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos e empregos dos quadros permanentes de pessoal da administração direta e indireta do município o Plano Municipal de apoio aos portadores de psoríase.


Veja outros vetos que foram derrubados aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário