ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

quarta-feira, 16 de março de 2016

Delcídio pede desfiliação do PT após homologação de delação que pode implicar cúpula do partido

Após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki homologar a delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT), o senador entregou uma carta pedindo desfiliação do partido. O conteúdo da carta foi divulgado por redes sociais, mas a confirmação partiu da assessoria de comunicação de Delcídio.
A carta foi direcionada ao presidente regional no partido em Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Biffi. Ainda de acordo com a assessoria de Delcídio o senador faria 15 anos de partido em agosto deste ano e a decisão partiu do próprio senador que pediu a divulgação da decisão, mas preferiu não comentar sobre os motivos que o levar a tomar essa atitude.
A carta
Presidente do Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do Mato Grosso do Sul
Sirvo-me do presente para informar minha decisão de desfiliação do Partido dos Trabalhadores.
Desde já agradeço as providências necessárias.
Atenciosamente, Delcídio do Amaral

O Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul confirma o recebimento do pedido de desfiliação do senador Delcídio do Amaral nesta terça-feira (15) às 11h50 horário local.Resposta do diretório
A mensagem foi enviada pelo e-mail do próprio senador ao endereço do presidente Antonio Carlos Biffi e o da Comunicação do Diretório, sem a assinatura, apenas nominado.
Diante do pedido, o Diretório Estadual já enviou ao TRE-MS a solicitação para seja providenciada a desfiliação do senador Delcídio do Amaral Gomez a partir da data de hoje.
Antonio Carlos Biffi
Presidente Estadual do Diretório Estadual de MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário