ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 10 de março de 2016

Relator de processo contra Delcídio afirma que há indícios suficientes para cassar senador

O senador Delcídio do Amaral (PT) sofreu o que pode ser considerada a primeira derrota no Conselho de Ética do Senado. 
O relator do processo que pode cassar mandato do petista, senador Telmário Mota afirmou em reunião do Conselho na tarde desta quarta-feira (9) afirmou que "existem indícios suficientes para que Delcídio do Amaral seja condenado à perda de mandato por quebra de decoro e abuso das prerrogativas parlamentares", disse o parlamentar conforme Agência Senado.
Uma nova reunião do Conselho de Ética, foi marcada para quarta-feira (16) às 14h30 (horário de Brasília) pelo presidente do conselho, João Alberto (PMDB-MA). Na reunião, será votado o relatório do senador Telmário Mota.
Delcídio foi preso no dia 25 de novembro de 2015 por atrapalhar as investigações da Lava Jato. O senador é investigado por oferecer facilidade de fuga a Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, e pagamento de R$ 50 mil mensais à família para evitar a delação premiada do ex-diretor. Semana passada, a revista "IstoÉ" divulgou uma suposta delação premiada do senador em que ele teria dito à Polícia Federal que pagamento de R$ 50 mil oferecido a Cerveró foi ideia do ex-presidente Lula e que o valor teria sido custeado pelo filho do empresário José Carlos Bumlai. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário