ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Greve de servidor suspende vistorias e exames de habilitação no Detran

Fernanda Mathias e Guilherme Henri

Pelo menso 200 servidores protestam em frente ao Detran (Foto: Marcos Ermínio)Pelo menso 200 servidores protestam em frente ao Detran (Foto: Marcos Ermínio)
A greve de servidores do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) deflagrada na manhã desta segunda-feira (16) suspendeu as vistorias e exames para obtenção de CNH (Carteira Nacional de Habilitação), que são conduzidos por servidores de carreira. Tanto na sede, na saída para Rochedo, quanto no Bosque dos Ipês, as vistorias estão paradas e o mesmo ocorreu com os exames, que foram suspensos, deixando os candidatos revoltados. Inicialmente, o órgão havia informado que o atendimento ocorreria, ainda que reduzido, em todos os setores.

Segundo o Sindetran (Sindicato dos Servidores do Detran), a adesão à greve na Capital é de 80% e no interior várias agências terão de suspender o atendimento.
Em Anastácio, Nioaque, Coxim, Ponta Porã, Dois Irmãos do Buriti e Aral Moreira, 100% dos servidores aderiram. Em Dourados, 70% e em Aquidauana, 90%.
O Detran informou, via assessoria de imprensa, que o esforço é para manter atendimento em todas as áreas com os funcionários comissionados, ainda que com capacidade reduzida. 
Em frente à sede do Detran, um grupo de aproximadamente 200 servidores vestidos de camiseta preta fazem piquete. Nos primeiros momentos de atendimento na sede do Detran, o movimento ainda era tranquilo.
Dentre os pleitos da categoria está abono de R$ 250,00 mais 10% de reajuste, além da revisão do plano de cargos e carreiras. O Detran informa que o governo não está fechado para negociações, já foram ofertados R$ 200,00 de abono mais 6% de reajuste linear. Sobre o PCC, de acordo com o órgão, a definição é que a negociação seja concluída até 2018. O Detran informa, ainda, que no fim do ano passado foi feita revisão no cálculo de produtividade e de outros benefícios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário