ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 26 de julho de 2016

Em dez anos, deputado do PSDB aumenta patrimônio em 262%

Geraldo Resende também recebeu doações de campanha de empresa investigada na Operação Lava Jato


O deputado federal Geraldo Resende (PSDB), também candidato à prefeitura de Dourados neste ano, aumentou o patrimônio em 262% nos últimos dez anos. O parlamentar também recebeu doações de campanha, em 2014, de empresa investigada na Operação Lava Jato.

De acordo com a relação de bens apresentado por Resende ao Tribunal Regional Eleitoral, em 2006 o deputado tinha R$ 565 mil de patrimônio. Em 2010 esse valor passou para R$ 909 mil e, em 2014, já chegou a R$ 2,4 milhões.

Entre os principais imóveis estão um apartamento em Dourados no valor de R$ 417 mil, um fundo de investimento previdencial da Unimed previdência no valor de R$ 312 mil, apartamento em construção também em Dourados no valor de R$ 246 mil, outro apartamento em Dourados de R$ 228 mil, e apartamento em Brasília no valor de R$ 176 mil.

Na prestação de contas da campanha de Geraldo Rezende em 2014, o parlamentar declarou ter recebido valor de R$ 450 mil do JBS. A empresa é citada na operação Lava Jato e acusada pelo Ministério Público Federal de realizar empréstimos ilegais.

O TCU (Tribunal de Contas da União) afirmou, em auditoria realizada no final de 2015, que a JBS foi favorecida em empréstimos junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). De acordo com o jornal Globo e a revista Exame, apenas uma das operações realizadas em 2008 junto a JBS renderam um prejuízo de R$ 614 milhões ao banco.

Apesar de ainda não serem conclusivas, as investigações do TCU, a pedido da CPI da Câmara, indicam que há indícios de danos ao BNDES, além de não ter encontrado elementos que possam afirmar o benefício dos empréstimos para a sociedade ou para o Brasil como um todo. A corte avaliou a aquisição das empresas norte-americanas Swift Foods & Co.; Smithfield Beef e National Beef; e Pilgrins Pride. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário