VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Proposta de 3,57% , dividido em duas vezes, revolta Servidores Municipais

Na manhã de hoje, os servidores novamente vão fazer uma manifestação e prometem acampar na prefeitura . As referências de 11 a 16 , que não recebem aumento a dois anos tiveram uma proposta de aumento irrisório 

Alguns servidores municipais prometem ficar em greve por tempo indeterminado. Os funcionários do administrativo de Ceinfs (Centro de Educação Infantil), prometem fazer várias manifestações nos próximos dias, inclusive, um acampamento.

De acordo com o presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Campo Grande) Marcos Tabosa, na manhã de hoje, como já aconteceu ontem, os funcionários vão se reunir na Avenida Afonso Pena com a Bahia e em seguida, com trio elétrico, vão caminhar até a prefeitura onde novamente vai acontecer uma manifestação.

"A assembleia rejeitou a proposta de reajuste do prefeito Alcides Bernal de 9,57%. O projeto está errado e os administrativos são importantes para os centros educaionais", disparou Tabosa.


Reajuste
Ontem (31), foi um dia marcado por protesto de diversas categorias buscando melhores condições de trabalho, o prefeito Alcides Bernal (PP), declarou, que vai pagar um reajuste de 9,27% para os servidores municipais. O pagamento, no entanto, será escalonado para grande parte dos trabalhadores.


Dos 22 mil servidores municipais, os da categoria 1 a 7, que somam 48% dos profissionais, vão receber um salário integral em junho deste ano. Já os da categoria 8 a 10, ou seja, 25 % dos servidores, o pagamento será em dividido, sendo 5,57% em maio e o resto em dezembro. O restante, que fazem parte da categoria 11 a 16, 30% dos funcionários municipais, o reajuste é de 3,57 e também receberão em maio e depois em dezembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário