ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Nas ruas, população acredita que aliança Bernal e Marquinhos foi 'tiro no pé'

A aliança feita por Alcides Bernal (PP) no segundo turno das eleições está dando o que falar pelas ruas da Capital. O prefeito de Campo Grande, que perdeu as eleições na busca pelo segundo mandato, resolveu apoiar o candidato Marquinhos Trad (PSD), que antes, era apontado como 'golpista' por Bernal. Mesmo assim, o chefe do Executivo agora apoia o candidato do PSD.
Resultado de imagem para bernal e marquinhos aliança
A comerciante Adriana Lucas, 42 anos, acredita que Bernal 'teria dado um tiro no pé' e acaba prejudicando a campanha de Marquinhos. "Eu achei uma palhaçada essa aliança, depois de tudo que ele dizia que o Marquinhos tinha feito para ele, agora resolve apoiar a candidatura só porque perdeu as eleições. O candidato do segundo turno perde com isso, meu marido mesmo, ele é eleitor do Bernal, mas agora, com essa aliança, ele disse que vota na Rose".
Ezequiel Soares de Morais, 32 anos, acredita que o prefeito teria se aliado ao 'ex-inimigo' após negociações. "Eu não digo que o Marquinhos vai perder, mas que ele perdeu muitos votos, isso eu tenho certeza. Mas a população  está alerta e sabe que rolou dinheiro nessa aliança, porque é muitoestranho ele criticar e da noite para o dia apoiar. Todo mundo sabe que o Bernal tem interesse em secretarias, já que agora ficou de fora da administração".
Para Ezequiel, a candidata do PSDB, Rose Modesto deve surpreender nos últimos minutos. "Eu acredito que a Rose ainda pode dar uma grande reviravolta. Essa aliança deixou as pessoas ainda mais revoltadas, porque o prefeito que se dizia o correto, se aliou a um dos principais inimigos políticos".
Assim como Adriana e Ezequiel, o comerciante Pedro Henrique, 36 anos, destaca que após a aliança com Marquinhos, Bernal transferiu os votos para a candidata tucana. "Ele automaticamente transferiu os votos para a Rose, eu acredito que essa aliança não é bem vista de forma alguma, ficou feio para eles. Essa estratégia para conseguir chegar no poder acabou sendo um tiro no pé. Ele falou tanto do vereador Chocolate (PP), que teria traído ele, e agora caminha dando apoio para os que chamava de traidores".
Sidney da Silva Vieira também faz parte do time Bernal que voou para o ninho dos tucanos. "Eu votei no Bernal, mas agora meu voto vai para a Rose. Sabemos que ele está tentando se garantir na candidatura que considera mais forte, mas ficou feio para ele essa aliança, ficaria melhor se ele ficasse neutro, ai sim o Marquinhos ganharia votos, mas agora, perdeu muitos votos".
Já Rodrigues Xavier, 43 anos, descorda das afirmações e ressalta que continua apoiando Marquinhos, mesmo tendo o Bernal entre os aliados. "Sinceramente, eu continuo com o Marquinhos, sabemos que isso é uma estratégia política deles, mas quem realmente vai comandar a cidade é o candidato eleito e não o candidato que perdeu as eleições".
O segundo turno das eleições será definido no dia 30 de outubro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário