VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Crise? Próximo prefeito terá R$ 3,59 bilhões para administrar Campo Grande

O projeto de Lei do Orçamento Anual 2017 de Campo Grande deu entrada dia 30 de setembro na Câmara Municipal de Campo Grande. A peça orçamentária prevê receita de R$ 3,59 bilhões, que serão geridos pelo próximo prefeito. A informação foi confirmada com exclusividade pelo TopMídiaNews.
Os vereadores têm até o final do ano legislativo para aprovar o projeto da LOA 2017. Os parlamentares poderão apresentar emendas ao projeto de Lei. Como de costume, a atual mesa diretora deve se reunir com o próximo prefeito eleito após as eleições para discutir alterações no projeto do orçamento 2017.
A mensagem nº 55 do executivo municipal, do Projeto de Lei, estima a receita e fixa a despesa do município de Campo Grande para o exercício financeiro de 2017 e dá outras providências. O projeto da Lei Orçamentária prevê arrecadação de R$ 1,5 bilhão de recursos próprios e R$ 1,6 bilhão de outras fontes.
O Orçamento para 2017 prevê R$ 1,2 bilhão  para a Saúde, sendo R$ 441 milhões de recursos próprios. R$ 776 milhões para Educação, sendo R$ 312 milhões do Tesouro Municipal. Também são previstos R$ 43 milhões para Segurança Pública. R$ 65 milhões para Assistência Social. R$ 22 milhões para Cultura. R$ 263 milhões para Urbanismo, R$ 12 milhões para Habitação. R$ 415 milhões em Transporte, sendo R$ 143 milhões de recursos do município.
São previstos R$ 68 milhões para a Câmara Municipal de Campo Grande. R$ 15 milhões para o Judiciário. Para o custeio da Administração está previsto R$ 104 milhões.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário