VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Cazuza, de radialista a vereador milionário e mais rico que Bernal

Único representante do Partido Progressista na Câmara Municipal de Campo Grande, o vereador Derly dos Reis de Oliveira, o Cazuza, de 47 anos, é um dos mais ricos parlamentares da Capital. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o parlamentar declarou R$ 2,3 milhões em patrimônio para as eleições deste ano. Em relação ao pleito anterior, quando foi eleito, o patrimônio mais que dobrou, já que em 2012 Cazuza tinha R$ 1,056 milhão em bens declarados.
O patrimônio supera até mesmo o do principal líder do PP, prefeito Alcides Bernal, que declarou nesta eleição, patrimônio de R$ 1,7 milhão, contra R$ 1,3 milhão apresentado em 2012. Cazuza, ao lado Bernal, comanda o Partido Progressista e exerce a função de presidente municipal da sigla.
Em sua declaração, referente a 2016, o parlamentar discrimina benfeitorias em duas fazendas, na Cabeceira do Pontal, com investimento e R$ 497,4 mil. E outra realizada na Fazenda Morro Vermelho, de R$ 349,6 mil. Ambas estão localizadas no município de Camapuã.
Respectivamente, segundo o vereador, a fazenda Cabeceira do Pontal está avaliada em R$ 312,150 mil. A segunda fazenda, Morro Vermelho, com área de 114,7 hectares, ficou declarada como terra nua, e está avaliada em R$ 349.650 mil.
Na última eleição, em 2012, o parlamentar revelou ser proprietário de uma propriedade rural em Camapuã, com 229,4 hectares, no valor de R$ 375,5 mil. E ainda havia declarado 186 cabeças de animais bovinos de várias eras com registro no Iagro, o valor chegava a R$ 170 mil. Neste ano, não há registros de gados, mas de aquisição de veículo e investimentos em outras áreas.
Atividade parlamentar
Conforme o sistema de projetos da Câmara Municipal, Cazuza apresentou seis Projetos de Lei durante o primeiro semestre de 2016. Na lista está o que outorga o Título de Cidadão Campo-Grandense a Roberlei José Brentegani; o que concede a Medalha de Mérito Legislativo a Juvêncio Masahide Teruya; título de Cidadão Campo-Grandense a Victor Rocha Pires de Oliveira. Há inda o que declara utilidade pública municipal a Associação Seninha de Atletismo de Mato Grosso do Sul com sede na Capital.
Entre os projetos, o parlamentar apresentou o mesmo teor em dois projetos diferentes. O denominava de “DR. Habib Fahed”, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Leblon, localizada no Jardim Leblon, no entanto, o projeto foi arquivado em decorrência da proposição março deste ano. Por outro lado, em maio deste ano, o parlamentar apresentou a mesma proposta, só que desta vez, para denominação para a Unidade De Pronto Atendimento (UPA) Santa Mônica, na Vila Santa Mônica, na Capital.
Cazuza ainda assina outro projeto de frente parlamentar em defesa dos direitos da pessoa idosa, no âmbito da Câmara Municipal de Campo Grande. Junto assinam, Carla Stephanini (PMDB); Coringa (PSD), Otávio Trad (PTB), Roberto Durães (PSC), Magali Picarelli (PSDB), Chiquinho Telles (PSD), José Chadid (PSDB), Mario Cesar (PMDB), Paulo Siufi (PMDB), Gilmar da Cruz (PRB), Betinho (PRB), Edson Shimabukuro (PTB), Ayrton Araújo (PT), Edil Albuquerque (PTB), Flávio César (PSDB), Vanderley Cabeludo (PMDB), Eduardo Cury (PSDB) e o vereador Carlão (PSB).
Nesta eleição, o vereador tenta se reeleger e ocupar mandato político pela segunda vez, na Câmara Municipal, de Campo Grande. Cazuza possui ensino médio completo, é casado, começou a carreira como locutor e comentarista de rádio e televisão, e logo depois, partiu para carreira política. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário