ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

'Bernal não pagou nem água e luz da Prefeitura e podemos ficar no escuro', denuncia prefeito


Dívida dos serviços chega a quase R$ 12 milhões e equivale a seis meses de calote


Marquinhos alega calote de R$ 12 mi em água e luz Foto: André de Abreu
O 'pacote de dívidas' da gestão Bernal, alegado por Marquinhos Trad (PSD), na tarde desta terça-feira (3), inclui a falta de pagamento  até de serviços como água e luz da Prefeitura,  e há risco, segundo o prefeito, dos prédios públicos ficarem no escuro. O débito é de quase R$ 12 milhões, referentes a seis meses de serviço.  
Questionado se iria parcelar a dívida com as concessionárias, Marquinhos Trad disparou: 'sabe aquele ditado: devo, não nego...mas vamos pagar'. Na sequência, o secretário de Planejamento, Finanças e Controle, Pedro Pedrossian Neto, disse que pediu a Energisa que não cortasse a luz e 'isso foi atendido'.
No entanto, o prefeito de Campo Grande, que havia convocado uma entrevista coletiva para esclarecer o tamanho do rombo, que segundo ele, foi deixado pelo antecessor, ponderou que não vai deixar de pagar o funcionalismo municipal para quitar dívidas de serviços deixados por Alcides Bernal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário