VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

SALARIO DOS SERVIDORES QUE GANHAM ATÉ r$ 3.700,00 ESTARÁ DISPONIVEL NO SÁBADO





O prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou, nesta quinta-feira (5), que vai depositar o salário dos servidores municipais que recebem até R$ 3,7 mil amanhã (6), estando disponível para saque no sábado (7). Os funcionários que têm direito a valores superiores também vão receber a primeira parcela do pagamento até o limite de R$ 3,7 mil. A estimativa para quitar todos os débitos permanece para 12 de janeiro.
O subsídio é referente ao mês de dezembro. De acordo com Marquinhos, a prefeitura possui hoje R$ 57 milhões em caixa, sendo R$ 7 milhões do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que deve ser usado exclusivamente para o pagamento de servidores da educação.
O prefeito destaca que assumiu a administração com apenas R$ 37 milhões em caixa e que o ex-gestor Alcides Bernal (PP) desrespeitou a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) ao entregar o município sem quitar o décimo-terceiro salário e a folha de dezembro. “Nesses quatro dias conseguimos um incremento através da eficiência e criatividade para coletar os tributos”, declarou.
O secretário municipal de Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, ainda informou que a prefeitura vai realizar um plantão neste final de semana para o pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), com a expectativa de aumentar a arrecadação e permitir que mais pessoas aproveitem o desconto de 20% para a regularização dos débitos. Além disso, o programa de refinanciamento do IPTU deve ser ampliado até 10 de fevereiro.
Em relação ao décimo-terceiro salário do funcionalismo público, Marquinhos explica que ainda não foram quitados R$ 19 milhões de servidores que recebem acima de R$ 3 mil, sendo que não há previsão ainda para o pagamento. Ele investiga também suposto 'desaparecimento' de R$ 35 milhões que deveriam ter sido utilizados para quitar os convênios da Omep e Seleta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário