VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Moka afirma que recebeu confissão de Puccinelli: ele não será candidato ao Governo

O senador Waldemir Moka (PMDB) afirmou que conversou com o ex-governador de Mato Grosso do Sul André Puccinelli, que teria confessado que não será candidato na disputar pela sucessão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), nas próximas eleições em 2018.
“Conversei com o André Puccinelli recentemente e, para mim, ele disse que não seria candidato”, afirmou o senador.
Para Moka, é precipitado começar a discutir as eleições de 2018. Mas, mesmo assim, ele já se colocou para disputar a reeleição ao Senado. O parlamentar destaca que a disputa por uma das vagas no senado, depende da conjuntura que o PMDB construir.
“Eu acho distantes as eleições de 2018. As conversas vão começar de verdade depois do meio do ano. Se o PMDB tiver candidato ao governo é um cenário. Se não vai ter é outro”, disse.
Sobre a candidatura de Puccinelli ao governo do Estado, Moka destacou que essa é uma definição que tem que partir do próprio ex-governador. “Não adianta o partido querer, se ele não quiser ou a família dele for contra. Ele que vai decidir”, explicou.
O senador afirmou que apesar de não ter tido reunião oficial do partido para discutir a candidatura própria, ele acredita que a maioria do PMDB gostaria que Puccinelli saísse candidato. Mas lembra que o partido não pode cometer o mesmo erro das eleição de 2016 em Campo Grande. “Na eleição passada André foi lembrado o tempo inteiro. Na última hora não quis sair e o partido não tinha outra alternativa”, disse.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário