ASSISTA TAMBÉM

Loading...

Barra de vídeo

Loading...

domingo, 5 de abril de 2015

PELE OLEOSA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA MANTE-LA LINDA

TIPOS de PELE 

A beleza e saúde da sua pele durante a vida vai depender também de outro tipo de fatores. O que você come, a sua dieta, o seu nível de stress, os medicamentos que toma, a forma como você cuida do seu corpo em geral e o descanso, são alguns dos fatores que determinam a quantidade de óleo que a sua pele produz e também que aspecto vai ter. Há várias dicas para ter uma pele bonita que você pode seguir, mas talvez a mais importante seja identificar o seu tipo.

Conhecer o seu tipo de pele é fundamental para conseguir tomar a decisão acertada ao escolher os cuidados específicos de acordo com as necessidades da sua pele. Os seus genes são certamente os maiores responsáveis pelo tipo de pele que você tem. Sendo a pele um órgão do seu corpo, tal como os outros órgãos, as suas características são determinadas geneticamente, isto é, você já nasce com elas definidas.

Tipos de pele

A maior parte dos especialistas distinguem 5 tipos de pele: A pele normal, a pele oleosa, a pele mista, a pele sensível e a pele seca. Cada tipo de pele tem as suas características particulares que requerem cuidados diferentes.
Pele Normal > A pele normal tem uma textura fina e uma superfície suave, macia e é bem flexível. De todos os tipos de pele este é sem dúvida o mais equilibrado e o que menos problemas e imperfeições como espinhas e manchas desenvolve. Não é nem demasiado seca nem demasiado gordurosa. Os poros são bem pequenos e mal se notam. Este é um tipo de pele vibrante que reflete saúde.
Pele Oleosa > Este é um tipo de pele que (como o seu nome sugere) produz uma maior quantidade de óleo, isto é, as glândulas sebáceas devido a vários fatores (principalmente o fator genético) têm maior actividade do que nas pessoas com pele seca, normal ou mista, o que leva a uma maior quantidade de secreção de sebo.
A pele oleosa apresenta poros dilatados, bem maiores do que os outros tipos de pele e também mais escuros, devido ao excesso de sebo que produzem e ao lixo que se vai acumulando, o que se revela num dos maiores problemas deste tipo de pele. É um tipo de pele marcado pelo aspecto gorduroso e brilhante que se vê em muitas pessoas. Tem também maior tendência para o desenvolvimento de espinhas.
Pele Seca > De todos os tipos de pele, a pele seca será o que requer mais cuidados, devido á sua tendência para envelhecer mais rapidamente e desenvolver problemas mais sérios. É um tipo de pele com maior tendência para descamar, ter menos elasticidade bem como desenvolver rugas e linhas de expressão do que os outros tipos de pele.
Pele Mista > Este é provavelmente um dos tipos de pele mais comuns e, como o próprio nome sugere, é uma combinação de pele seca com pele oleosa. Algumas regiões são oleosas (principalmente na zona T – queixo, nariz e testa) onde os poros são naturalmente mais dilatados e também outras áreas em que esta pode ser normal ou seca (área em redor dos olhos, boca e bochechas). Se você sente a sua pele esquisita como se estivesse a ser esticada em algumas áreas e com excesso de óleo noutras, então você provavelmente tem pele mista.
Pele Sensível > A pele sensível é um dos tipos de pele mais frágeis e se torna irritada e inflamada muito facilmente. É normal haver zonas que desenvolvam vermelhidão, coceira, manchas, ardor e uma maior tendência para descamar. Apresenta uma textura fina, delicada e bastante sensível ao uso de cosméticos bem como às alterações do clima. A pele sensível é talvez um dos tipos de pele mais problemáticos e como tal exige cuidados especiais.

Como saber qual o tipo de pele que você tem

Se você não conseguiu descobrir o seu tipo de pele depois de ler as características listadas acima aqui fica uma dica que o pode ajudar. Tudo o que você precisa é de um lenço seco e limpo para limpar o rosto. Ao acordar de manhã limpe a cara com o seu lenço e olhe para ele. Aqueles que têm pele normal vão notar que o lenço não ficou com óleo e sentem a pele do rosto flexível, vibrante, fresca e elástica. Os que têm pele oleosa vão ver que seu lenço ficou com manchas transparentes causadas pelo excesso de óleo na pele. Normalmente o óleo é encontrado em maior quantidade na área do nariz, bochechas e testa. No entanto se houver óleo apenas no centro a sua pele pode ser um tipo de pele mista, isto é, se você verificar que o óleo vem apenas do nariz e testa (consideradas as áreas do rosto com mais óleo) e não das bochechas. Se depois delimpar a pele você não encontrou óleo no seu lenço e sente a sua pele como se estivesse esticada ou presa, com pouca elasticidade, áspera e uma sensação de secura o mais certo é que você tenha pele seca. Pessoas com a pele sensível vão notar que sua pele fica com manchas muito facilmente e não reage muito bem aos produtos de cuidados com a pele, ficando inflamada ou com coceira.

Saúde da Pele

1.1 Anatomia e Fisiologia da Pele:
Camadas e estruturas anexas:
A pele representa 16% do peso do corpo humano. Parece pouco? Compare: se você tem 70 kg, sua pele é responsável por cerca de 12 kg do seu peso. Outro número para você lembrar: toda a superfície da sua pele mede de 1,5 a 2 metros quadrados. Entenda como é sua pele e quais são suas funções:
A pele possui três camadas:
A pele é formada por três camadas, bem unidas entre si. São elas: epiderme, derme e hipoderme. Todas são importantes para o corpo, e cada uma tem características e funções diferentes.
1ª. ) Epiderme
É a camada mais externa da pele, aquela que você pode ver. Ela é formada, na sua superfície, por células achatadas, chamadas queratinócitos.
Estas células chamam-se queratinócitos porque são ricas em uma proteína chamada queratina. É a queratina quem, entre outras substâncias, ajuda a evitar a desidratação, ou perda de água, do organismo. Isso porque esta proteína mantém as células mais unidas e, conseqüentemente, com menos espaço para ocorrer a evaporação da água.
Mas a epiderme não tem só queratinócitos. Existem nela outras células, chamadas melanócitos. Estas células produzem a melanina, outra proteína, de cor escura, responsável pela pigmentação da pele. A quantidade de melanina determina a cor da pele de cada um. Além disso, a melanina protege a pele dos efeitos nocivos do sol.
A epiderme está em constante renovação: as células mais antigas são substituídas por outras mais novas. As células (queratinócitos) nascem mais redondinhas e vão se achatando à medida que chegam na superfície.
Este deslocamento para a parte mais externa acontece porque as células são “empurradas” por suas “colegas” que estão nascendo. Bem, depois que chegam na superfície, já bastante achatadas, as células desprendem-se do corpo. Entre o “nascimento” e a “despreendimento” de uma célula se passam de um a dois meses.
O que é um milímetro e meio? Pouca coisa não é? Nada além de algumas folhas de papel sulfite ou mesmo a altura de um clipe de papel. Pois um milímetro e meio significa a maior espessura da epiderme, na região da planta dos pés. Onde ela é mais fina? Nas pálpebras, com apenas 0,3 milímetros, o mesmo que uma folha de papel sulfite.
2ª.) Derme
A derme é a camada do meio da pele. Ela mede de um a quatro milímetros. É formada por fibras e por grande quantidade de vasos sangüíneos e terminações nervosas.
As fibras são produzidas por células chamadas fibroblastos. Essas fibras podem ser elásticas ou colágenas. As elásticas permitem que a pele volte ao normal após ser esticada. Já as colágenas conferem maior resistência à pele, formando uma rede que sustenta outras estruturas. Entre elas, os anexos cutâneos: pêlos, unhas, glândulas sebáceas e sudoríparas.
As terminações nervosas (as extremidades dos nervos, a “pontinha” dos nervos), que estão localizadas na derme, recebem os estímulos do meio ambiente, e os transmitem ao cérebro, através dos nervos. Estes estímulos são traduzidos em sensações, como dor, frio, calor, pressão, vibração, cócegas e prazer.
3ª.) Hipoderme
A hipoderme é a terceira e última camada da pele. Esta camada é formada basicamente por células de gordura. Sendo assim, sua espessura é bastante variável...(depende se a pessoa é gordinha ou magrinha). Ela apóia e une a epiderme e a derme ao resto do seu corpo. E permite que as duas primeiras camadas deslizem livremente sobre as outras estruturas do organismo. Além disso, a hipoderme mantém a temperatura do seu corpo e acumula energia para o desempenho das funções biológicas.
Funções da Pele:
Sua pele é “multiuso”: tem várias funções. Confira quais são:
1. Transmissão de Estímulos e Sensações:
A pele conduz os estímulos que recebe do meio externo para o cérebro. Para isso, possui diferentes tipos de terminações nervosas, conhecidas como receptores.
Os receptores transmitem os estímulos para o cérebro que, por sua vez, traduz estes estímulos em sensações: frio, calor, tato, pressão, dor, vibração, cócegas e prazer.
Para você entender melhor: as terminações nervosas, ou receptores, podem ser comparadas a um interruptor de luz. Já os nervos seriam os cabos condutores. Quando apertamos o interruptor, obtemos como resposta a luz. Quando recebemos um estímulo, obtemos como resposta as sensações.
Existem estruturas específicas para transmitir ao cérebro cada um dos estímulos nervosos.
Sem a pele, você não teria como responder aos estímulos. Imagine: no caso de estar se machucando, não sentiria dor. E, por não sentir dor, não se afastaria rapidamente do perigo, podendo se machucar ainda mais.
As terminações nervosas concentram-se em maior ou menor quantidade, dependendo da região do corpo. Quanto mais terminações, maior é a sensibilidade. É por isso que alguns lugares são mais sensíveis que outros. Olhos e língua são exemplos de regiões bastante sensíveis.
Os tipos de terminações nervosas também variam de acordo com o local. Nos lábios, por exemplo, há maior concentração de nervos sensíveis à dor e pressão. Na língua, existem terminações que nos ajudam a sentir os diferentes gostos dos alimentos: amargo, salgado, doce, ácido.
2. Regulação da Temperatura corporal:
A pele elimina ou conserva o calor do seu corpo, conforme a necessidade. Para dissipar o calor em excesso, produz o suor. Para manter a temperatura, provoca o arrepio.
Suor
Você está adaptado para “funcionar” à temperatura de 36,5 º C. Quando ela aumenta, é preciso dissipar o calor. Então, sua pele produz o suor, através das glândulas sudoríparas.
Mas como é que o suor elimina calor? A explicação é simples, e envolve conceitos de Física: todos os elementos precisam ganhar ou perder energia para mudar seu estado físico. Ganhar energia para mudar do estado líquido para o gasoso e perder energia para mudar do estado líquido para o sólido.
É o que acontece com o suor. Ele é uma gotícula de água sobre a pele que precisa evaporar. Para isso, vai “roubar” energia da superfície da pele, esfriando-a.
Quando a pele esfria, os sangue dos vasos sanguíneos que a percorrem também esfria. Bem, este sangue mais frio circula pelo todo o corpo. Assim, todo o organismo esfria. E pensar que todo este processo começa com as pequenas glândulas sudoríparas da pele.
Mas não são apenas as glândulas sudoríparas que entram em ação para diminuir a sua temperatura. Você já deve ter notado que sua pele fica avermelhada quando você pratica exercícios, tem febre, ou mesmo nos dias mais quentes. Sabe porquê? É que a pele está dando mais uma mãozinha para regular sua temperatura, desta vez através do aumento do calibre dos vasos sanguíneos. Este aumento chama-se vasodilatação, e permite que a perda de calor seja mais rápida, já que circula maior quantidade de sangue esfriado pelo corpo. E, por haver mais sangue em cada vaso, sua pele fica avermelhada.
Arrepio
Nos dias de frio, ou em locais com ar condicionado, você fica arrepiado. Essa é a forma que a pele encontra para lhe proteger das baixas temperaturas. Os pêlos levantados fazem com que uma camada de ar fique parada sobre a pele, funcionando como isolante térmico e evitando a perda de calor.
E como acontece o arrepio? A pele possui um músculo eretor para cada pêlo. Ao se contrair, o músculo coloca o pêlo em pé.
Mais uma vez, os vasos sanguíneos da pele ajudam na regulação da temperatura. Agora, como o objetivo é evitar a perda de calor, acontece a vasoconstrição: diminuição do calibre dos vasos que percorrem a pele.
A vasoconstrição provoca a redução do volume de sangue que passa pelos vasos sanguíneos. Com menor quantidade de sangue esfriado circulando, há menos perda de calor. E, também devido a menor quantidade de sangue, a pele fica mais pálida.
Gordura (Hipoderme)
As células de gordura formam um excelente isolante térmico, conservando o calor interno quando o ambiente está mais frio.
3. Proteção
A pele serve de “armadura” para você: suas estruturas protegem o corpo das agressões do meio ambiente, como bactérias e fungos, condições climáticas, poluição e substâncias químicas, entre outras.
Além de proteger o corpo, a própria pele produz para si uma camada de proteção, chamada manto hidrolipídico. Esta camada é formada por uma mistura de gordura, produzida pelas glândulas sebáceas, e suor, fabricado nas glândulas sudoríporas.
O manto hidrolipídico lubrifica a pele e os pêlos. E porquê essa lubrificação é importante? Porque a camada de sebo e suor torna a pele mais resistente às infecções. Os fungos ou bactérias presentes no ar têm mais dificuldade de penetrar na pele e causar doenças, como as conhecidas micoses e o impetigo (aquela doença de pele que aparece em crianças).
Além de evitar infecções, o manto hidrolipídico protege a pele dos agressores externos que estão no ar, como pó, pólen, pêlos... Sem proteção, estes agentes irritam a pele, causando dermatites (inflamações). A pele também fica mais protegida da ação de moléculas das substâncias químicas, como aquelas que fazem parte dos detergentes e outros produtos de limpeza. Estas substâncias podem causar grande irritação, com vermelhidão, inchaço, coceira e secreções.
A lubrificação deixa os pêlos mais fortes, com menos chance de quebrar. Inteirinhos, eles ficam mais bonitos e desempenham melhor sua função de manter a temperatura do corpo nos dias ou locais frios.
Outra função do manto hidrolipídico é impedir o ressecamento, evitando a perda de água pela pele. Isso é muito importante em regiões ou épocas do ano nas quais a umidade do ar está baixa. Se não fosse o manto hidrolipídico, sua pele ficaria ressecada com mais facilidade.
1.2. Desidratação e Hidratação da Pele
Causas da Desidratação
Sua pele pode ficar desidratada por vários motivos. Um deles é o clima: muito vento ou sol provocam a evaporação de maior quantidade de água da pele. Com menos água, a pele fica ressecada. Mas pode ser que não esteja ventando e que você não tome sol em excesso e, mesmo assim, sua pele continue seca. Observe se, onde você mora, o ar é seco. A falta de umidade no ar leva ao ressecamento de sua pele, pois há maior evaporação de água do corpo.
Fique atento a mudanças bruscas na temperatura, como o surgimento de vento frio. Ah, e no inverno, a pele fica mais ressecada devido à menor produção de suor e sebo pelo corpo.
Outro motivo de desidratação é o uso freqüente de substâncias químicas, como os detergentes e os solventes orgânicos, utilizados na limpeza doméstica. Estas substâncias atacam o manto hidrolipídico da pele. Sem esta proteção, há evaporação de água e, conseqüentemente, ressecamento.
O envelhecimento também leva à desidratação da pele. Quanto mais velhos ficamos, menor a quantidade de água no organismo como um todo, inclusive na pele.
Algumas doenças de pele perturbam sua hidratação. É o caso da psoríase e das ictioses, que provocam descamação da pele.
Conseqüências da Desidratação
Você já ficou com a pele seca? O aspecto é de pele de cobra: fica toda rachada. Dependendo do grau de desidratação, pode até esfarelar, principalmente no rosto, braços e pernas. É comum aparecerem regiões avermelhadas, que podem inchar, formar bolhas e eliminar uma secreção. Além de problemas com a aparência, pode haver desconforto físico, devido à coceira.
E porquê a pele seca coça e fica avermelhada? A evaporação da água causa um desequilíbrio no manto hidrolipídico, formado por suor e gordura. O manto é responsável pela proteção da pele. Com menos água, há menor proteção. Fica mais fácil a irritação por substâncias químicas, ou mesmo pela poeira que está no ar. A pele reage com inflamação: surgem as manchas vermelhas, chamadas de eczemas ou dermatites. Elas podem acontecer em qualquer idade, mas são bastante comuns nas pessoas mais velhas, que possuem a pele naturalmente mais desidratada. Outra conseqüência da desidratação, devido à alteração no manto hidrolípidico: a pele ressecada contamina-se mais facilmente. Ou seja, a possibilidade de desenvolver alguma doença de pele é maior.
Processo de desidratação e hidratação
Todos nós perdemos água através da pele, pela evaporação. É o que chamamos de perda da água transepidérmica normal (em inglês, TWEL - transepidermal water loss). A perda normal de água acontece quando a barreira de proteção da pele, o manto hidrolipídico, formado por água e gordura, está inteirinha, sem nenhuma falha.
Já a desidratação acontece quando há maior perda de água pelo organismo, acima do normal. Ela é causada pelas falhas no manto hidrolipídico. É por essas falhas que a água evapora. Você lembra os fatores que podem prejudicar esta barreira natural da pele? O clima, substâncias químicas, doenças de pele, envelhecimento...
Para reidratar a pele é necessário um bom hidratante. Ele atua recuperando a barreira hidrolipídica. As células da epiderme (a camada mais externa da pele, lembra?) ficam umas em cima das outras, como lâminas. Com ajuda do Homem Virtual, você pode perceber que a epiderme não é compacta: há espaço entre essas lâminas. Este espaço, na sua porção mais externa, é normalmente preenchido pelo manto hidrolipídico. Quando há falhas no manto, e a pele fica seca, você pode usar o hidratante. Ele penetra na pele e preenche os espaços entre as células, inclusive aqueles nos quais havia falhas na barreira de proteção. O hidratante fecha estas falhas, e evita a evaporação de água além do normal. A pele fica novamente hidratada.
Como evitar a desidratação
Você sabe que a pele de algumas pessoas é mais seca que a de outras. Isso é determinado por fatores genéticos, além da idade, meio ambiente, saúde da pele e hábitos pessoais.
Todos os tipos de pele precisam de cuidados para evitar a desidratação. Ao contrário do que você deve imaginar, a pele oleosa também pode ficar desidratada, apesar do aspecto brilhante causado pela maior produção de sebo. Uma boa hidratação é resultado do equilíbrio entre a quantidade de gordura e água da pele. Portanto, a maior produção de sebo não impede a perda de água.
Independentemente do seu tipo de pele, existem cuidados que você deve ter diariamente para mantê-la livre de ressecamento. São hábitos que valem a pena, não apenas por estética, mas por saúde e conforto. Lembre-se: quando a barreira natural da pele é prejudicada, ela não somente fica sem brilho e com aspecto esfarelado. Fica também sujeita a manchas e contaminações com vírus, bactérias e fungos!
Fique atento, principalmente durante o banho. Existem costumes que levam ao desgate e ressecamento da pele. E o pior é que você pode achar que está fazendo bem para ela...
Veja dicas que farão do banho seu aliado para ter uma pele saudável:
bulletEvite banhos muito quentes e prolongados. Use água morna.
bulletCuidado para não utilizar produtos esfoliantes muito fortes em áreas mais sensíveis, onde a pele é mais fina. Os cremes e sabonetes com grânulos mais abrasivos (que promovem maior desgaste) funcionam como uma lixa e somente devem ser usados em regiões mais grossas da pele, como as palmas das mãos e plantas dos pés.
bulletBuchas vegetais e esponjas não devem ser usadas todos os dias. Aliás, seu uso é geralmente desnecessário.
bulletNão utilize esfoliantes para o corpo em excesso. O desgaste provocado pelos grânulos pode retirar a proteção de sua pele, ou até mesmo a sua pele! Verifique com um dermatologista a freqüência ideal (pode variar de acordo com o produto).
bulletOs óleos, muito em moda hoje em dia pelo perfume e maciez imediata que conferem, na realidade não hidratam a pele. Eles apenas a impermeabilizam, evitando a perda de água. Ou seja, não substituem o uso dos hidratantes. Estes últimos contêm substâncias responsáveis por fornecer a água necessária para a manutenção da integridade da epiderme. Se você gosta de usar óleo, aplique um hidratante separadamente, em outro horário. Atenção: não adianta passar hidratante imediatamente depois do óleo, pois sua pele já estará impermeabilizada, o que impedirá a ação do hidratante.
bulletNão se esfregue com toalhas ásperas. Use toalhas felpudas, principalmente nas áreas de dobras do corpo (dedos, pés, virilhas e axilas). Assim, você evita qualquer micose oportunista e preserva a umidade da sua pele.
bulletAplique um bom hidratante corporal logo depois do banho, diariamente. Ele é melhor absorvido se aplicado com a pele um pouco úmida.
Como manter a pele hidratada
Para hidratar a pele e mantê-la hidratada é necessário o uso diário de um bom hidratante.
Lembre-se de beber bastante água todos os dias! A hidratação vem “de dentro”: o próprio manto hidrolipídico é feito da água que vem do organismo. Se você está desidratado, não consegue produzir o manto e fica com a pele seca.
Tipos de hidratante e escolha do produto adequado
Várias substâncias são utilizadas com o objetivo de hidratar a pele, como uréia, lactato de amônio, etc. Estas substâncias são apresentadas de várias maneiras: em forma de creme, loção, gel, spray, mousse... Cada formulação tem uma indicação específica, de acordo com a necessidade da pele.
O importante é usar o hidratante adequado a seu tipo de pele. O dermatologista é o médico indicado para ajudá-lo nessa escolha. Ele vai levar em consideração, além do tipo de pele, vários outros fatores, como sua idade, se você está usando algum medicamento, condições climáticas, gravidez, região do corpo na qual será passado o hidratante... Você pode utilizar os hidratantes que não precisam de receita médica, vendidos nas farmácias ou supermercados, mas é importante você saber que talvez eles não apresentem resultados tão bons. Se você apresentar algum tipo de irritação, é bom consultar um dermatologista.
Uma vez escolhido o hidratante, saiba que ele não poderá ser usado para o resto de sua vida. Isso porque sua pele está em constante mudança, seja pelo passar da idade, pela mudança das estações do ano, hábitos, situações do cotidiano. E o hidratante deve mudar conforme mudam as necessidades de sua pele.

Pele oleosa

Como é a pele oleosa
A pele oleosa caracteriza-se por:
  • Excesso de brilho;
  • Poros dilatados;
  • Tendência à cravos e espinhas.
O segredo para tratar a pele oleosa é utilizar bons produtos, indicados para pele oleosa, e não exagerar nem na limpeza, nem na hidratação, para que a pele fique perfeitamente hidratada e com os poros bem fechados.
O que fazer para tratar a pele oleosa
Para tratar a pele oleosa, é recomendado:
  • Usar produtos hidratantes em forma de gel, ou loção tipo Oil free;
  • Lavar o rosto no máximo 3 vezes ao dia, preferencialmente com água fria, utilizando um sabonete líquido com pH 5.5, e se este tiver na sua formulação o ácido salicílico, melhor ainda, pois ele ajuda a controlar a oleosidade natural da pele;
  • Hidratar a pele oleosa com creme em forma de gel, micro emulsão ou emulsão oil free, podendo conter substâncias como PCA-Na, ácido hialurônico ou D-Pantanol.
Produtos para a pele olesosa
Alguns exemplos de produtos cosméticos para a pele oleosa são:
  • Linha pure zona, da L'Oreal Paris;
  • Normateint, da Vichy;
  • Clearskyn, da Avon;
  • Bye bye Spot, da Nivea;
  • Cuidados da pele com tendência à acne, da Mary Kay.
Seja qual for a marca escolhida, é recomendado utilizar todos os produtos da mesma marca, para evitar reações adversas e melhorar a sua eficácia.
Maquiagem para pele oleosa
Antes de passar a maquiagem na pele oleosa, deve-se lavá-la e tonificá-la. Depois, deve-se utilizar uma base Oil free e uma camada fina de pó com efeito mate para disfarçar ainda mais o brilho. Alguns bons exemplos de maquiagens para pele oleosa são:
  • Capture total, da Dior;
  • Pó compacto Shiseido pureness matifying;
  • Stage make up, da Catherine Hill.
É importante ainda saber que o excesso de maquiagem pode deixar a pele ainda mais oleosa, e é preciso ter muito cuidado para não exagerar.
Indivíduos que possuem a pele oleosa e também possuem os cabelos oleosos, devem lavar os fios diariamente com um shampoo neutro.


A PELE MISTA

Nem oleosa e nem seca, a pele mais comum entre as brasileiras é a pele mista. Sua característica principal é de ser uma pele brilhante, com poros dilatados e excesso de oleosidade, principalmente na zona T (região da testa, nariz e queixo), e normal ou ressecada e opaca nas demais áreas da face.

"O erro mais comum de quem tem esse tipo de pele é dar o mesmo tratamento para todas as regiões, já que cada área tem a sua necessidade", explica a dermatologista Carla Albuquerque. É aí que aparecem cravos, espinhas e até descamações. A seguir, você confere os cuidados essenciais com a pele mista para não aumentar o excesso de oleosidade na zona T e nem ressecar as demais regiões do rosto. 
Cuidados com a pele
A limpeza
A limpeza facial diária prepara a pele para receber outros produtos, como a maquiagem e o hidratante, por exemplo. No caso da pele mista, o ideal é usar loções neutras, que não agridem a pele, como as de erva-doce.

"Evite sabonetes em barra, prefira sempre a versão líquida e neutra, que é mais suave", explica a dermatologista Carla Albuquerque. Primeiro, use água morna para tirar a sujeira e desentupir os poros. Depois, aplique a loção de limpeza com movimentos circulares e retire com água fria ou morna.

Para complementar a limpeza, use loções tônicas em toda a face ou loções adstringentes na zona T para remover o excesso de oleosidade. "O uso do tônico facial é importante para revitalizar a pele e prepará-la para a hidratação, além de remover os resíduos da maquiagem, impurezas do ar poluído e o filtro solar", afirma Carla Albuquerque. Tudo isso acaba favorecendo a oleosidade e o excesso de brilho da zona T.

Os tônicos faciais podem ser aplicados com o auxílio de algodão e não precisam ser removidos com água. Nas fases em que a oleosidade estiver excessiva, troque o tônico por uma loção adstringente.

esfoliação pode ser feita de uma a duas vezes por semana na zona T, e a cada 15 dias nas áreas mais secas. 
Antes de começar a maquiagem, aplique um hidratante nas áreas secas e, na zona T, use um gel seborregulador
Hidratação é fundamental
Após a tonificação da pele, é importante hidratar a pele. O uso de hidratantes estimulam a renovação celular, protegendo a pele do envelhecimento precoce. Aplique o hidratante próprio para pele mista duas vezes ao dia. Espalhe com movimentos circulares e delicados até que ele seja completamente absorvido. Durante o dia, usar um hidratante com filtro solar ajuda a agilizar a rotina.

"Para não aumentar a oleosidade da pele, aplique um adstringente na zona T antes de aplicar o hidratante nessa área", explica a dermatologista Carla Albuquerque. "O produto ideal deve ser leve e fluido, com sensorial agradável, conter ativos hidratantes não comedogênicos, e ser livre de óleo (oil free)," diz a especialista.

As máscaras faciais para peles mistas devem conter ativos como chá verde, extrato de hamamélis, derivados da camomila como o alfa bisabolol, ácido hialurônico, entre outros ativos, que tem ação calmante e controlam a oleosidade.

Para segurar a maquiagem em qualquer festa e evitar o efeito brilhante, uma dica preciosa antes de começar o make, é passar um hidratante nas áreas mais secas e, na zona T, usar um gel seborregulador, com efeito mate (seco).

Proteção solar
A causa número um do aparecimento de rugas é a exposição solar. A radiação solar destrói as fibras de colágeno, responsáveis por dar sustentação e firmeza à pele, além de provocar manchas, sardas e até câncer de pele. Por isso, o protetor solar é indispensável, mesmo quando não há exposição direta ao sol. Uma boa alternativa é ter sempre dois tipos de creme hidratante: um com fator de proteção solar para uso durante o dia e um sem o FPS para uso noturno.

"As recomendações para a escolha do tipo de protetor solar para a pele mista seguem a do hidratante: deve ser livre de óleo, não deve conter álcool, e deve ter um sensorial leve. Filtros em loção oil free, séruns ou emulsões são boas pedidas", explica Carla 
Albuquerque.

Manter a pele bonita e saudável exige cuidados diários, e essa ideia se reforça ainda mais se a pele da mulher for oleosa.
Quem tem esse tipo de pele sabe como é difícil lidar com o brilho excessivo no decorrer do dia e com outras características da pele oleosa que, geralmente, são bem evidentes.Normalmente, a oleosidade da pele se concentra na chamada zona T do rosto – região entre o nariz, testa e queixo – e resulta no aparecimento frequente de cravos e espinhas. Por esses motivos, a pele oleosa exige cuidados especiais.
Sara Bragança, médica pós-graduada em Dermatologia, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, explica que, geralmente, na adolescência a pele é mais oleosa, porém, algumas peles adultas permanecem assim.
“A pele oleosa está relacionada a diversos fatores, dentre eles, o fator hormonal é o mais comum. Mas o uso de produtos inadequados também pode deixar a pele oleosa e com os poros abertos”, diz a especialista.

Cuidados básicos e necessários

Abaixo, a dermatologista Sara explica quais são as principais orientações que a mulher que tem a pele oleosa deve seguir no seu dia a dia:
  1. O cuidado principal é usar produtos adequados à pele oleosa, para não agravar o caso.
  2. É fundamental lavar o rosto com água fria e sabonetes especiais duas vezes ao dia, e usar um tônico depois. “Se, concomitante com a pele a oleosa, também houver acne, deve-se ter o tratamento adequado”, acrescenta a médica.
  3. Os sabonetes usados para a lavagem do rosto duas vezes ao dia devem ser específicos, à base de ácido salicílico, enxofre, dentre outros princípios ativos que serão recomendados pelo dermatologista.
  4. Existem hidratantes para pele oleosa que hidratam e diminuem a oleosidade ao mesmo tempo, evitando aquele brilho característico. “O ideal é consultar um especialista para avaliar a pele e prescrever o produto certo. Hoje em dia existem vários produtos inteligentes que acumulam diferentes benefícios para a pele”, diz Sara Bragança.
  5. O uso de protetor solar diariamente é fundamental para todas as pessoas. Mas aquelas que possuem pele oleosa devem optar por versões oil-free (livre de óleo). Não deixe de conversar com seu dermatologista sobre o assunto e escolher um produto ideal para o seu caso.

Produtos para pele oleosa

Apostar em produtos feitos especialmente para o seu tipo de pele é essencial para evitar que o problema se agrave. 

Maquiagem

Algumas mulheres têm certo receio de se maquiarem por terem a pele oleosa. Muitas vezes fica a dúvida se a maquiagem ficará realmente bonita – e sem aquele brilho excessivo, característico das peles oleosas – e se, no dia seguinte, a pele não acordará pior, com o surgimento de acnes, por exemplo.
A dermatologista Sara explica que no caso de peles oleosas, é preciso ter cautela ao usar maquiagem. “Os produtos devem ser livres de óleo, específicos para pele oleosa. Desde o corretivo, passando pelo pó compacto, blush, sombra e o demaquilante”, diz. “Mas o cuidado principal básico é retirar toda a maquiagem antes de dormir”, acrescenta.
Ainda de acordo com a médica, os produtos matificantes são boa opção, pois reduzem a oleosidade e ao mesmo tempo amenizam o brilho da pele.

Tratamentos estéticos

Muitas mulheres, por se sentirem de fato incomodadas com as características da sua pele oleosa, buscam nas clínicas de dermatologia e estética tratamentos que possam ajudar a pele a ter uma aparência mais bonita, com menos oleosidade.
De acordo com a dermatologista Sara, os peelings continuam sendo a melhor opção para isso. “O peeling de ácido mandélico, por exemplo, é retirado das amêndoas amargas, e ajuda a reduzir a espessura do estrato córneo, diminuindo a oleosidade da pele”, diz.
Outra ótima opção, segundo Sara Bragança, é o laser de CO2. “Ele atua nas moléculas de água presentes em todos os tecidos, remove a camada externa da pele danificada, e promove o desenvolvimento de novo colágeno na derme e epiderme”, explica.
Então, caso esse seja o seu tipo de pele, ficam as dicas! E, principalmente, não deixe de consultar um(a) dermatologista que possa te indicar os melhores produtos (desde sabonete, hidratante, protetor solar até maquiagens) e tratamentos ideais para você. Afinal, é fundamental se sentir bem com a sua aparência!
ALGUNS PRODUTOS INDICADOS:
cuidados-pele-oleosa

AS MELHORES BASES PARA PELE OLEOSA

 

Estava super ansiosa para publicar esse post!!!
TOP BASES - pele oleosa1

TOP 5
1 – TimeWise Matte, Mary Kay (15 menções)
. “Desde que comecei a usar essa base, se tornou bem raro a utilização do meu amado pó Studio Fix da MAC. Ela deixa um viço incrível na pele e um ótimo acabamento!” (Talita)
. “A melhor base que conheço é a TimeWise Matte da Mary Kay. Você não acredita até colocar ela na sua pele!!” (Andrea)
2 – Diorskin Forever, Dior (13 menções)
. “Aguenta super, mesmo no calor senegalesco” (Karen)
. “A Diorskin Forever é ótima para peles oleosas porque deixa um efeito aveludado lindo. Sempre passo pó por cima das bases, mas essa não precisa!” Luiza
3 – Studio Fix Fluid, MAC (11 menções)
. “Ela tem uma cobertura mais pesadinha sim, mas passando pouco nem fica tanto, e como ela é fácil de espalhar com o pincel, não costumo ter problemas… Além de segurar muitíssimo bem a oleosidade, ela reduz a quase nada a quantidade de corretivo que você passaria normalmente e dispensa pós finalizadores!” (Gabriela)
. “Minhas preferidíssimas são a Studio Fix Fluid, da MAC (s-e-c-a!) e a Dermablend, da Vichy. Matificadas ao extremo, absorvem a oleosidade do rosto e mantém tudo em ordem o dia todinho!” (Fabi)
4 – Normateint, Vichy (7 menções)
. “Deixa a pele sequinha, é super leve, nao obstrui os poros….e dura muito! Não troco por nada!” (Luiza)
. “Ela é beeem levinha, mas pra quem gosta de usar todo dia eu acho ótima. Deixa a pele sequinha e segura a oleosidade. Claro que quem tem pele oleosa vai acabar brilhando eventualmente, mas para festas eu uso com o BB Cream da MAC por baixo e ela dura bem mais. Um achado. Só não serve pra quem gosta de uma cobertura mais grossa, porque é super líquida e levinha.” (Marina)
5 – Pro Longwear, MAC (7 menções)
. “A cobertura é ajustável, com uma camada fica bem natural e você pode ir adicionando mais sem virar reboco. Dura o dia todo no calor do Rio!” (Marina)
. “Ela tem um acabamento único: segura a oleosidade, mas não é opaca, ou seja, preserva a luminosidade natural da pele.” (Patrícia)
TOP BASES - pele oleosa2
6 – Colorstay, Revlon (7 menções)
. “Minha pele é MEGA oleosa, e a versão pele mista/oleosa dessa base é quase perfeita: transfere muito pouco, gruda na cara, é leve e cobre bastante ao mesmo tempo, e tem acabamento mate, mas nada artificial. Pra mim é a ideal. O efeito é tão natural que as pessoas que me veem sem base tomam um sustinho hahahah.” (Caroline)
. “Ela tem boa cobertura, milhões de tons, fica sequinha, acompanha até o fim do dia tranquilamente…” (Clémence)
7 – Studio Sculpt, MAC (6 menções)
. “Tenho a pele muuuito oleosa, e o que funciona super para mim é usar o Pore Minimizer (sérum) da Clinique embaixo de uma dessas bases já citadas pelas meninas, e também da Studio Sculpt – eu particularmente gosto muito da cobertura (mas é importante dizer que ela não dispensa o uso de pó). Uso ela pois acho que as bases pra pele oleosa não tem uma cobertura muito boa, então pra quem quer maior cobertura, indico muito a combinação Pore Minimizer+Studio Sculpt.” (Renata)
8 – Matchmaster, MAC (5 menções)
. “Para uma cobertura melhor, estou apaixonada e super usando a Matchmaster Foundation. Simplesmente PERFEITA! Super indico!” (Isabel)
9 – Mat Velvet +, Make Up For Ever (4 menções)
. “Depois de testar várias bases, acho que a melhor no combo cobertura + acabamento mate é essa. Pelo que a vendedora me explicou, ela é uma versão da HD da MUFE, mas para peles oleosas.” (Fernanda)
. “Para quem tem pele oleosa recomendo muito. Ela permanece mate por muito tempo e a cobertura é muito boa, estou adorando!” (Fernanda)
10 – Diorskin Nude, Dior (4 menções)
. “Dura a noite inteira e parece que impede o óleo de aparecer. Uso embaixo o primer Pore Refining da Nars, fica muito bom.” (Carolina)
. “Sem primer (só com filtro solar) e usando uma camada fina, ela fica levinha, boa pra usar de dia. Em festas, uso a mesma base, mas com o primer All Mat da MUFE (que é incrível), e vou ‘construindo’ a pele (de 2 a 3 camadas), depois dou um polimento com um pincel duo fiber ou o F80 da Sigma e aplico o Transparent Finishing Powder Prep+Prime da MAC.” (Lia)
11 – Teint Idole Silky Mat, Lancôme (4 menções)
. “Eles prometem 12 horas sem retoques. É claro que não dura tudo isso no verão brasileiro, mas que segura bem umas 8 horas, isso segura!” (Gleice)
. “A minha pelo é oleosa e adoro essa base. Tem um efeito matte e deixa a pele bem sequinha.” (Flavia)

ALIMENTAÇÃO PARA UMA PELE OLEOSA
Quem tem a pele oleosa deve lembrar-se de cuidar dela todos os dias, para mantê-la sob controle. Além dos cuidados em lavar e hidratá-la corretamente, é importante que o indivíduo saiba o que deve, e o que não deve comer para evitar que a pele fique ainda mais oleosa.
Alimentos como frituras, gorduras, fast food, chocolates e frutas secas como avelã, nozes e amêndoas devem ser evitadas pois elas aumentam a oleosidade da pele. Já as frutas vermelhas como romã, morangos e acerola são ótimas para diminuir a oleosidade da pele, devido a sua ação antioxidante.
Laranja, abacaxi, framboesa, melancia, pêssego e mamão papaia são outras frutas que ajudam no tratamento da pele oleosa, deixando-a mais firme e macia.
Recomenda-se ingerir pelo menos 3 peças de fruta por dia, para um melhor aproveitamento de seus nutrientes, esteja ela na sua forma natural, ou em forma de suco. Mas quem optar pelos sucos deve-se lembrar que este deve ser preparado na hora, pois ao ser conservado na geladeira ou na temperatura ambiente, o suco perde muitas de suas propriedades.
Alimentação para a pele oleosa:
O principal objetivo é manter uma dieta que controle as erupções e as inflamações. Uma dieta com pouco açúcar ajuda a tratar a acne. O chocolate que já foi considerado o grande vilão da acne foi absolvido por falta de provas e agora voltou em condicional, ou seja, chocolate meio amargo com alto teor de cacau está livre, mas aqueles super doces prejudicam a acne não pela gordura e sim pelo açúcar. Isso porque muita glicose no sangue leva à liberação da insulina que estimula a produção de hormônios que estão relacionados com o estímulo à produção de óleo na pele. A obesidade em si já aumenta o risco da acne (como já falamos nasíndrome dos ovários policísticos) então diminuir açúcar e alimentos com farinha branca ajuda na acne nessas duas frentes. Sem falar que controlar o peso o que é sempre bom.
Alimentos ricos em vitamina A ajudam a controlar a acne (não se esqueçam que o Roacutan e o ácido retinóico são derivados dessa vitamina. Alimentos ricos em vitamina A são poucos entre eles óleo de fígado de bacalhau (eca!) e mariscos (humm). Mas existem uma série de alimentos que são fortificados com essa vitamina. Zinco também ajuda a combater a acne mas como a principal fonte são as ostras (que eu adoro!) e não são fáceis de serem consumidas uma opção é usar suplementos que contenham o mineral.
Tem também os alimentos ricos em beta-caroteno que tem atuação próxima a da vitamina A como batata doce, manga (aproveitem que está chegando a época!!), gema de ovo, entre outros.
O mineral iodo pode piorar a acne porque está relacionado com o aumento dos poros. Se esse é sua principal preocupação evite consumir grandes quantidades de sal iodado e frutos do mar. O sal marinho é uma boa opção e não é iodado.
Quem tem manchas como a principal preocupação deve evitar cerveja (ainda bem que eu não tenho rsrsrs) já que o lúpulo age de maneira similar ao estrogênio. Lúpulo também pode agravar a acne.
A vermelhidão da Rosácea pode piorar com bebidas alcoólicas especialmente vinho tinto. Comidas muito apimentadas também dilatam os vasos sanguíneos e podem piorar o quadro de rosácea, assim como nitratos presentes em embutidos e enlatados.
Alimentos como ovos, peixes e saladas ajudam a diminuir a inflamação. O ômega 3 (encontrado em alguns peixes e ovos enriquecidos) pode ter também um efeito antiinflamatório.
Frutas como a romã e as vermelhas de todos os tipos contém antioxidantes que evitam o envelhecimento e protegem a pele. A luteína das verduras escuras, ovos e laranjas e o licopeno do tomate também são considerados protetores contra câncer de pele. Chá verde também é excelente tanto para tomar quanto em produtos para usar na pele, a casca da maçã e o manjericão também tem efeito no combate ao envelhecimento.

Combatendo a oleosidade da pele de dentro para fora!



Para combater a oleosidade da pele de dentro para fora, a vitamina A é uma das melhores opções. Dentre suas principais fontes podemos citar a cenoura, mamão, pimentão, manga!

Inúmeros fatores influem na oleosidade do nosso rosto, inúmeros, mas um muito simples que muita gente se esquece é a alimentação. Alimentos gordurosos (leite integral e derivados, chocolates ao leite, frituras, doces e sorvetes, manteigas, carnes gordurosas), bem como excesso de sal e açúcar tendem a aumentar consideravelmente a oleosidade da nossa pele e favorecer o aparecimento de espinhas. Em contrapartida, ingerir 2 L de água todos os dias e apostar em uma alimentação saudável ajuda a não agravar o problema.
Acima fiz um quadrinho sobre alimentos bacanas para quem sofre com oleosidade e acne. vitamina A (fontes:  cenoura, manga, mamão, pimentão) ajuda a reparar a pele e balanceia a produção de secreções das glândulas sebáceas, portanto ajuda a combater a oleosidade em excesso. As fibras (fontes: alimentos integrais, aveia, granola, farelo de trigo, lentilha) são essenciais para desintoxicar os organismo!
vitamina C (fontes: laranja, abacaxi, limão, acerola, tomate, pimentão) tem ação antioxidante (ou seja, combate o envelhecimento – assim como a vitamina E (fontes: amêndoas, azeite extravirgem, castanha do pará) – e garante que os tecidos se regenerem mais facilmente) e anti-inflamatória (auxilia na prevenção e cicatrização de cravos e acnes).
As vitaminas do complexo B - com destaque para a B6, veja as fontes aqui – zinco(fontes: frutos do mar, cereais integrais, nozes, leite – prefira o desnatado) e omanganês (fontes: cereais integrais, nozes) têm ação cicatrizante e anti-inflamatória, portanto também ajudam.
Os chás de camomila, alecrim, erva-cidreira, erva-doce, além de acalmar (o estresse também afeta a nossa pele), também são ótimos para tonificar e desinflamar a pele de dentro para fora.

LISTA DOS PRINCIPAIS ALIMENTOS E VITAMINAS PARA COMBATER A ACNE

1- Zinco:  possui ação anti-inflamatória e auxilia no controle da acne, podendo ser encontrado em ovos, frutos do mar, levede de cerveja e semente de abóbora.
2- Cromo: reduz a resistência à insulina, o que é essencial, e está presente nos cereais integrais e também na uva.
3- Selênio: encontrado em abundância na  castanha do Pará, ele   é uma fonte rica  de antioxidantes e auxilia na cicatrização.
4- Vitamina C: essa é uma vitamina essencial, já que protege a pele devido sua ação antioxidante. Pode ser encontrada nas frutas cítricas, na acerola, no morango, no tomate, na goiaba e no brócolis, por exemplo.
5- Vitamina E: presente nos cereais integrais, na castanha e no espinafre, essa vitamina neutralizaa ação dos radicais livres, responsável pelo processo inflamatório da acne. Por esse motivo, aliás, que alimentos antioxidantes são essenciais para quem possui acne.
6-  Vitaminas do complexo B: a vitamina B2, que pode ser encontrada no ovo, nos legumes e no levedo de cerveja auxilia no controle da oleosidade, enquanto a vitamina B5 ajuda na redução da secreção do sebo, sendo que suas fontes são o brócolis e a semente de girassol. A vitamina B6, por outro lado, ajuda a regular o metabolismo hormonal, sendo encontrada na carne vermelha e nos cereais integrais.
7- Vitamina A e Betacaroteno: ambos ajudam a reduzir a produção de sebo e são essenciais para a saúde da pele.
8- Ômega 3: é gordura sim, mas gordura das boas, pois possui ação anti-inflamatória, indispensável nos casos de acne.
9-  Fibras: as fibras fazem uma faxina interna e elimina do organismo as toxinas acumuladas, o que ajuda demais a pele. Por isso, se joguem na aveia, nas frutas com “bagaço” e nos alimentos integrais.
10- Soja: a proteína da soja possui uma substância de estrutura química muito parecida com a do estrógeno, ajudando na redução da atividade das glândulas sebáceas.
11- Bebidas alcoólicas devem ser evitadas, já que o lúpulo pior aos quadros de acne.

DICAS DE ÓTIMOS PRODUTOS PARA PELE MISTA E OLEOSA



1) Limpeza - A limpeza diária é mais que necessária é essencial para a pele mista ou oleosa.Manter a pele limpa é indispensável para evitar acnes, manchas ou inflamações pilosas. A limpeza de se estender a todo o corpo, com esfoliação ou uso de produtos com Ph adaptados para este tipo de pele.


a) DERMOTIVIN SALIX ESPUMA

Dermotivin Salix foi especialmente desenvolvido para a higienização da pele com acne. Sua formulação com ácido salicílico remove impurezas e estimula a renovação celular, reduzindo assim a hiperqueratinização da pele e evitando que os poros fiquem obstruídos novamente.

CONTÉM:ÁCIDO SALICÍLICO 1,8%/TRICLOSANO/PRONALEN

PRONALEN-DERIVADO DE DUAS PLANTAS QUE SUAVIZA A AÇÃO DO SALÍCILICO.


b) Dermotivin Foam Sabonete em Espuma Para Pele Oleosa 

Dermotivin Original foi especialmente desenvolvido para ajudar a reduzir a oleosidade, removendo impurezas e auxiliando na desobstrução dos poros. Contém extrato glicólico de calêndula, que atua como calmante e cicatrizante, e extrato de aloe vera, que possui ação regeneradora, emoliente, suavizante e anti-séptica. Contém vitaminas e minerais. Excelente para pacientes que estão fazendo um tratamento de acne, pois auxiliará na cicatrização das pústulas. É também utilizado na prevenção do envelhecimento da pele.


c) Cetaphil® Sabonete Líquido para pele oleosa
Cetaphil-Sabonete-Líquido-60ml-e-300ml


Combinação de surfactantes suaves, selecionados para aplicação na pele sensível e com oleosidade. Remove oleosidade, sujeira e maquiagem da superfície da pele, sem deixá-la repuxada ou ressecada. Cetaphil® Sabonete Líquido mantém o pH natural da pele, preservando suas defesas naturais. É não comedogênico, fácil de enxaguar e não deixa resíduos irritantes, ideal para ser usado no rosto.

d) Neutrogena Liquid Neutrogena Facial Cleansing Formula, Fragrance Free ( para todo tipo de pele)
Líquid Neutrogena é feito com glicerina e outros ingredientes de alta qualidade, por isso é excepcionalmente eficaz na limpeza,  não deixando qualquer resíduo e prevenindo o  entupimento dos poros. Esta fórmula antialérgicas é dermatologicamente testada e   suave. E porque é livre de fragrância, é recomendado para a pele sensível à fragrância. 

Neutrogena líquido para pele limpa, clara e  com aparência saudável. 


2) TONIFICAÇÃO E ADSTRINGENCIA

a) Adstringente Neutrogena Deep-Clean 200ml

dstringente Neutrogena Deep-Clean limpa profundamente a pele, sem ressecá-la. Remove as impurezas, além de controlar a oleosidade e reduzir o brilho da pele. Indicado para pele mista a oleosa, com tendência à acne.

Um refrescante adstringente com dupla ação: 

1. O Hidroxiácido penetra profundamente nos poros, removendo sujeiras, oleosidade, maquiagem e células mortas que podem obstruir os poros;

 2. Efetivamente controla a oleosidade da pele reduzindo o brilho. 

A pele fica mais macia, limpa e saudável, com uma textura suave, refrescante e com uma sensação de limpeza profunda. 

Não contém óleo.

Indicado para a limpeza profunda da pele mista a oleosa.

b) Neutrogena Deep Clean Energizing 200ml

Deep Clean Energizing Tonico 2 em 1 Neutrogena remove a sujeira e a oleosidade reduzindo os poros. 

Formulado com Hamamelis Virginiana com ação adstringente; 

Ácido Salicílico, um hidroxiácido com ação queratolítica, que penetra profundamente nos poros, eliminando a oleosidade e as impurezas sem deixar resíduos, ao mesmo tempo que remove as células mortas da superfície da pele; 

Extrato de Aloe Vera, com ação antioxidante que ajuda a proteger as células, enquanto promove seu efeito adstringente, hidratante e cicatrizante; 

Extrato de Camomila com ação calmante e antiinflamatória; 

Mentol, com propriedade suavizante que promove controle da oleosidade e ação antiinflamatória. 

Deep Clean Energizing Tonico 2 em1 Neutrogena deixa sua pele energizada com uma incrível sensação de frescor.

c) Tônico Suave Revitalizante Nívea Visage 200ml 
Tônico Facial

Tônico Suave Revitalizante Nívea Visage com Vitaminas e Extratos de Lotus, limpa e remove resíduos protegendo a pele de acúmulo de impurezas, respeitando seu equilíbrio natural.

Sua fórmula com Vitaminas e Extratos de Lotus, limpa e remove resíduos protegendo a pele de acúmulo de impurezas. 

Sua refrescante fórmula, enriquecida com Extratos de Lotus, remove efetivamente as impurezas e resíduos. 

A combinação especial de vitaminas revitaliza a pele, proporcionando uma sensação refrescante. Proporciona uma sensação de frescor, preparando a pele para a hidratação.

d) Tônico Adstringente Hydra Matte- Dermo Expertise L´Oréal
Tônico Facial
O Tônico Adstringente Hydra Matte- Dermo Expertise tonifica e purifica a pele. Foi especialmente elaborado para complementar a limpeza de peles mistas e oleosas. 

Tonifica e purifica, eliminando as últimas impurezas; 

Controla a oleosidade e impede que a pele brilhe; 

É enriquecido com pro-vitamina B5, que controla e equilibra a pele dia após dia. 

Modo de aplicação: Aplicar em toda a face pela manhã e à noite, com ajuda de um algodão. 

3) HIDRATANTE FACIAL

a) Tolérance Extrême - Avène :
Riquíssimo em Água Termal de Àvene, o Creme Tolérance Extrême é um cuidado hidratante e calmante para preparar as peles hipersensíveis e alérgicas a enfrentar as agressões do cotidiano. 
De textura particularmente suave, este creme penetra facilmente oferecendo assim à pele uma sensação imediata de conforto e suavidade. 


b) Loção Hidratante Triple Performing Facial Emulsion SPF 15 PA++

Loção Hidratante Triple Performing Facial Emulsion SPF 15 PA++

Triple Performing é uma loção facial com FPS 15 que hidrata, protege e conforta a pele com sua fórmula leve e oil-free.

Contém o exclusivo complexo "tri-radiance" que ajuda a desenvolver as reservas de água da pele. FPS 15 PA++ protege a pele contra os danos causados pelo sol com uma mistura de amplo-espectro de filtros UVA e UVB. Extratos de plantas, ácido hialurônico e vitamina E, promovem hidratação e uma proteção altamente antioxidante.

c) Anti-manchas Even Better Clinical Dark Spot Corrector
O poder de uniformizar a pele com os mesmos resultados obtidos pelo uso de substâncias prescritas por dermatologistas. Este novo soro de tratamento ajuda efetivamente a reduzir a aparência de manchas e descolorações causadas por envelhecimento, agressões ambientais ou cicatrizes de acne, para revelar uma pele mais uniforme e radiante. 

Testes clínicos comprovam a performance de Even Better Clinical Dark Spot Corrector, que pode ser comparada aos resultados obtidos no uso de substâncias prescritas por dermatologistas dentro de 4, 8 e 12 semanas.

Foi percebida uma melhora de 53% na uniformidade da pele após 12 semanas de uso. Esse "redutor de danos" é suave, não irritante e pode ser utilizado por todos os tipos de pele.

Modo de usar: aplique duas vezes ao dia, pela manhã e a noite, por todo o rosto evitando a área dos olhos. Pode ser usado nas mãos e busto.

d) Gel Hidratante Purefect Skin Pure Skin Effect Hydrating Gel

Este gel hidratante combina frescura e hidratação com acabamento de um pó matificante e controle do brilho por 8 horas. A pele fica purificada e as imperfeições relacionadas à acne desaparecem. Refresca e hidrata a pele oleosa.

A vida moderna, estresse, dieta inadequada causam desequilíbrio na pele. O excesso de oleosidade forma uma "máscara suja", em que as impurezas se acumulam e formam imperfeições.

Para reduzir essas impurezas, Biotherm cria Purefect Skin. Formulado com extrato de L.Digitata, agentes de zinco e ação anti-brilho. A sensação de pele limpa, saudável e purificada permanece ao longo de todo o dia.

Modo de usar: aplicar pela manhã e/ou à noite sobre a pele limpa e tonificada. Coloque uma dose do produto na palma da mão e, usando as duas mãos, espalhe-o pelo rosto começando pelo centro e indo em direção ao contorno externo. Termine aplicando no pescoço. Evite a região dos olhos.

e) Pore Refining Solutions Correcting Serum
Controlador de Oleosidade Pore Refining Solutions Correcting Serum é um soro que diminui instantaneamente a aparência dos poros. Contém extrato de padina pavonica, proteínas de soja, ácidos salicílico e acetil glucosamina.

Pore Refining Solutions da Clinique é uma linha concebida para manter os poros desobstruídos e imperceptíveis, deixando a pele com um aspecto fresco e saudável.

4) ESFOLIANTE

a) Esfoliante Exfoliance Clarté Gel Frais Exfoliant Clarifiant
Esfoliante para o rosto que remove todas as impurezas da pele e também os resíduos da maquiagem, além de eliminar as células mortas. Proporciona uma pele mais lisa, tonificada, luminosa e renovada.

Modo de usar: aplique no rosto úmido com as pontas dos dedos. Massageie suavemente em movimentos circulares. Lave o rosto com água abundantemente para remover todo o esfoliante.

b) Esfoliante Pureness Pore Purifying Warming Scrub

Gel esfoliante térmico que desobstrui os poros e remove o excesso de secreção sebácea, deixando uma sensação de pele fresca e limpa graças aos seus grânulos purificantes. Aquece confortavelmente com o contato e ajuda a extrair impurezas que obstruem os poros e o excesso de oleosidade.

Recomendado para reduzir a visibilidade dos poros e o excesso de oleosidade. Aplicar 1 ou 2 vezes por semana, ou sempre que necessário

c) Loção Esfoliante Gentle Exfoliator Brightening Toner
Esfoliante Doux Exfoliant Lotion de Clarté elimina com suavidade as células mortas da superfície da pele. Ação suavizante, reconfortante e cicatrizante. Estiluma a renovação celular. Um gesto de beleza e cuidado com a pele. Textura em loção.

Indicada para todos os tipos de pele. Utilizar 1 ou 2 vezes por semana, sobre a pele perfeitamente limpa.

d) Esfoliante One-Step Gentle Exfoliating Cleanse

Tratamento 4 em 1 que proporciona uma pele luminosa, purificada e fresca. Criado para as mulheres ativas e que não têm tempo a perder, é o primeiro limpador para o rosto com água e que em um único gesto demaquia, esfolia e tonifica com suavidade. Melhor que uma pele limpa, uma pele nova! Elimina perfeitamente as impurezas e a maquiagem, mesmo as mais resistentes. Sua fórmula à base de seiva de laranja retira as células mortas limpando a pele e neutralizando os efeitos da poluição, deixando-a tonificada e mais clara.

Deposite um pouco do produto na palma da mão, fazendo espuma. Aplique no rosto úmido, massageando delicadamente, evitando o contorno dos olhos. Enxaguar abundantemente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário