VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 4 de março de 2016

Ao chegar para encontro com Temer, Puccinelli afirma que o PMDB ‘caiu’ (vídeo)

Vice-presidente se encontra com cúpula do partido em MS

  • Ex-governador chego a hotel para encontro com vice-presidente da República (Fotos: Cleber Gellio)
  • A visita do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), a Campo Grande, nesta sexta-feira (4), reuniu as principais lideranças peemedebistas do Estado, dentre elas, o ex-governador André Puccinelli, que reconheceu o ‘mau’ momento vivido pelo partido, que recentemente perdeu políticos com mandato.
    Ao citar o ex-governador Wilson Barbosa Martins, André justificou o momento da sigla. “O Dr. Wilson levantou o PMDB, depois o PMDB caiu. Depois, conseguir se erguer de novo e agora caiu”, afirmou Puccinelli.
    Segundo ele, o futuro do partido está nas mãos da população. O principal líder do PMDB em Mato Grosso do Sul revelou que a legenda tem planos de ser cabeça de chapa nas eleições para prefeito, em outubro deste ano, e para governador e presidente da República, em 2018.
    Lava Jato
    Puccinelli também comentou a divulgação da suposta delação do senador Delcídio do Amaral (PT). “A mídia disse que ele não fez delação, se ele fez eu fico perplexo”, pontuou. O peemedebista afirmou que o fato de serem adversários políticos não o faz torcer contra o petista.
    Já com relação ao ex-presidente Lula (PT), André afirmou que não sabia detalhes da ação da Polícia Federal que conduziu coercitivamente o petista à delegacia. “Se for verdade, ele tem direito à ampla defesa, porque depor todo mundo pode”, destacou.
    Apesar do posicionamento de aliados do ex-governador, como o deputado federal Carlos Marun (PMDB), de defender um rompimento do partido com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), André desconversou e disse não saber se o assunto será discutido pelos sul-mato-grossense com o vice-presidente.
    Temer está em Campo Grande em busca de apoio dos delegados peemedebistas no Estado para convenção. Neste momento, ele está acompanhado em hotel na cidade dos deputados estaduais Junior Mochi, Renato Câmara e Antonieta Amorim, do deputado federal Carlos Marun, da vereadora Carla Stephanin, do presidente da Santa Casa, Esacheu Nascimento e outras lideranças da sigla.
    Ele também participa do 106º Encontro dos Conselhos do Tribunais de Justiça. Na manhã de hoje o vice-presidente dará uma palavra no evento. 
    Veja o vídeo da entrevista de Puccinelli 

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário