VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quinta-feira, 24 de março de 2016

Nelsinho teve kombis, Tiguan e até Puma bloqueados pela Justiça; veja lista completa

A Justiça determinou o bloqueio dos bens e os investigados têm o prazo de 15 dias para apresentarem a defesa

Com o bloqueio de R$ 315.891.321,37 determinado pela Justiça de Mato Grosso do Sul através da Operação Lama Asfáltica, os investigados tiveram seus veículos bloqueados que estão proibidos de serem transferidos ou vendidos. A decisão foi tomada pelo juiz Marcelo Ivo de Oliveira, da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, atendendo um pedido da Força Tarefa do Ministério Público Estadual. 

O ex-prefeito de Campo Grande e presidente regional do PTB teve parte dos bens colocados à disposição da Justiça. Entre os veículos, duas Kombi, um Puma e um Tiguan. De acordo com a ação, tanto Nelsinho como os outros citados têm um prazo de quinze dias para apresentarem defesa por escrito e tentar reverter a situação.
 

O objetivo da Justiça é garantir a devolução dos valores aos cofres públicos, caso haja a comprovação do envolvimento dos nomes no suposto esquema fraudulento de tapa-buracos na Capital. Assim como Nelsinho, João Antonio De Marco, ex-secretário Municipal de Obras, também aparece no processo com oito veículos bloqueados: GM, dois Imp/Chevelle, M. Benz, Cadillac, Imp/Plymouth, um Ford e um Imp./Mercury.

Já João Parrom Maria, teve apenas um veículo Honda City bloqueado. O ex-secretário de obras do município na gestão de Alcides Bernal (PP) e do prefeito afastado Gilmar Olarte (PP por liminar), Semy Ferraz, também está impedido de utilizar dois veículos, uma motocicleta Yamaha/YBR 125 e um carro I/Nissan.

Seguindo a mesma linha de Semy, o ex-secretário de obras Valtemir de Brito, da 'era' Gilmar Olarte, aparece na lista com uma motocicleta XTZ e um veículo Peugeot bloqueados. Bertholdo Figueiro Filho teve uma motocicleta Shineray XY 150, Twister, uma Harley Davidson, um veículo BMW, Pajero e uma R/Fabricação própria.
  
Elias Lino da Silva é citado no processo com o bloqueio de cinco veículos, um Celta, FIT, uma Toyota, um Corcel e um Fusca 1500. Ivane Vanzella teve um veículo I/Hyundai bloqueado e Vera Lucia ferreira Vargas está com uma Titan 150 e um veículo Strada indisponíveis para venda.

De acordo com o processo, a empresa Selco Engenharia é citada na ação como a que mais teve bens bloqueados e aparece na lista com 15 bens interditados.
 

Uilson Somingos Semioli aparece com um R/Bueno, I Ford, I/Nissan, I Jeep, Fiat Pálio e GM à disposição da Justiça. Denis Pulit Simioli aparece apenas com um I/VW bloqueado. Já Abimael Lossavero é citado com o bloqueio de seis veículos, uma S10, uma Strada, Ford/Cargo, S10 LTZ XLR Honda e Fia Uno.

Caio Vinicius Trindade possui seis veículos impedidos de trafegar pelas ruas. Segundo o processo, Caio tem uma Pajero, Kia, uma Harley Davidson, dois Ford/11000 e uma M. Benz.

Luziano dos Santos Neto é indicado com o bloqueio de sete bens e assim como os outros investigados, terá um prazo de quinze dias para apresentar defesa por escrito. Luziano tem uma L200 Triton, Harley Davidson, S10, Celta, Strada e Duas M. Benz.

A empresa Usimix também aparece na lista com nove veículos bloqueados.
 


Paulo Roberto Alvares Ferreira teve uma S10 bloqueada pela Justiça de Mato Grosso do Sul. Michel Issa Filho aparece com três veículos, uma Hilux, uma Scania/P124 e uma parati.

Nenhum comentário:

Postar um comentário