VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 1 de março de 2016

João Rocha convoca novamente secretárias e avisa 'se não comparecerem será tomadas medidas legais'

O não comparecimento da secretária Municipal de Educação Leila Machado e da secretária Municipal de Políticas e Assistência Social Marcela Carneiro à convocação da Câmara Municipal de Campo Grande nesta segunda-feira (29), gerou outro mal estar entre Executivo e Legislativo.
O presidente da Casa João Rocha (PSDB) disse ter recebido uma justificativa da ausência das secretárias na sexta-feira (26) no final do expediente, porém não será admitida outra falta de comprometimento por parte das secretárias, e aproveitou para marcar uma nova data para que as mesmas compareçam em audiência e respondam os questionamentos que lhes forem feitos.
“Essa casa não vai cair na estratégia de entrar no esquecimento, conversei com minha equipe de apoio nós estamos determinando que na próxima quinta-feira (3) às 16 horas as duas secretárias estejam nessa Casa para prestar os esclarecimentos cujo colegas achem necessário. Caso isso não ocorra já adianto que a procuradoria jurídica vai adotar todos os procedimentos legais e regimentais”.
O vereador Alex do PT que foi autor do requerimento cobrando explicações sobre a exoneração de 47 diretores de escolas municipais e Ceinfs na Capital. Sobre a falta na convocação das secretárias o vereador disse que vai tomar sim algumas providências. “Eu particularmente acho que não dá para passar sem qualquer tipo de atitude a ser tomada. Uma convocação da Câmara foi votada no plenário, elas foram convocadas para estarem aqui. Eu estou sabendo que tem um vídeo sendo comentado nas redes sociais que as novas diretoras tiveram que fazer aceitando e falando bem da administração do Bernal, eu tenho que saber se esse vídeo existe ou não, e se esses novos diretores estão aptos realmente para a função”.
Presidente da Câmara João Rocha
De acordo com o vereador Chiquinho Telles o poder Legislativo ainda não sabe a força que tem, o não comparecimento das secretárias deveria ser levara mais a sério e não convocar novamente e sim tomar outras providências. “O Legislativo é muito forte, mas tem que fazer valer a força que tem a Comissão de Justiça não deveria convocar novamente ou convidar, tem que tomar atitudes da lei orgânica, na minha opinião, tem que ter mais pulso, porque não tem o que fazer, arrastar não pode, então tem que agir como manda a lei”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário