VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 8 de março de 2016

Mendes Junior entra com pedido de recuperação judicial


Empreiteira entrou com requerimento nesta segunda-feira (7), diz fórum.

Executivos foram denunciados na Lava Jato por fraudes na Petrobras.

Do G1 MG

Sérgio Cunha Mendes, vice-presidente da Construtora Mendes Júnior Trading Engenharia S.A, durante audiência na Câmara dos Deputados, em Brasília, em Junho de 2015 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)Sérgio Cunha Mendes, ex-vice-presidente executivo da Construtora Mendes Junior Trading Engenharia S.A, durante audiência na Câmara dos Deputados, em Brasília, em Junho de 2015 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Uma das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato, a Mendes Junior pediu recuperação judicial na noite desta segunda-feira (7) na 1ª Vara Empresarial de Belo Horizonte. De acordo com o Fórum Lafayette, não há data para o processo ser apreciado.
G1 entrou em contato com a empresa, que ainda não comentou sobre o pedido de recuperação judicial.
Em novembro do ano passado, a Justiça Federal do Paraná, em Curitiba, condenou executivos e ex-executivos da Mendes Junior por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Entre eles está o ex-vice-presidente executivo da construtora, Sérgio Cunha Mendes.
Executivos ligados à construtora foram denunciados após a 7ª fase da operação, deflagrada em novembro de 2014, que investigou irregularidades em contratos da Petrobras com empreiteiras.

O processo teve por objeto contratos e aditivos da Mendes Júnior com a Petrobras na Refinaria de Paulínia (Replan), na Refinaria Getúlio Vargas (Repar), no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), no Terminal Aquaviário Barra do Riacho, na Refinaria Gabriel Passos, e nos Terminais Aquaviários de Ilha Comprida e Ilha Redonda.

O fórum informou que o pedido de recuperação judicial é feito quando a empresa está endividada. Ainda segundo a assessoria do órgão, o juiz vai analisar os documentos que a empresa protocolou, e, caso a documentação esteja completa, o magistrado pode dar o despacho que autoriza a recuperação. O Fórum Lafayette não soube informar o valor da dívida da empreiteira.

A Mendes Júnior, criada em 1953, tem projetos no Brasil e no exterior. Atuou na construção de hidrelétricas no Brasil, como Furnas e Itaipu; no Uruguai e na Bolívia. Também realiza projetos de refinarias, plataformas, empresas siderúrgicas e de mineração
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário