VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Bernal diz que protocolou pedido para cassar Durães e Rocha

Outros três vão ser processados 

  • Arquivo
  • Depois do episódio em que o vereador Roberto Durães (PSC) afirmou conhecer a mãe do prefeito Alcides Bernal (PP) “no silêncio dos edredons” em discurso na Câmara Municipal, o Chefe do Executivo afirmou que protocolou pedido de cassação do mandato de Duraẽs e do presidente da Câmara, vereador João Rocha (PSDB), por quebra de decoro parlamentar.

    “Já protocolei pedido de cassação do mandato por quebra de decoro parlamentar do Durães e também fiz o pedido com relação ao João Rocha, já que ele como presidente da Casa disse que com pedido de desculpa e retirada das palavras da ata, já estaria jogada areia naquela situação”, disse
    Bernal disse que também ingressou com representação judicial contra o vereador Roberto Durães (PSC) , Chiquinho Telles (PSD) , Carlão (PSB) e Edil Albuquerque (PMDB).
    “Entrei com representação contra o vereador Chiquinho que foi quem concedeu aparte e ao final inclusive agradeceu, demonstrando que ele incorporou à fala dele aquele aparte. Também representei contra o presidente da sessão naquele momento, vereador Carlão, que nada fez para colocar em ordem e respeitar o regimento interno, pelo contrário, se calou e quem cala consente. Por fim, ao Edil que repreendeu a vereadora Luíza Ribeiro quando ela se pronunciou contra a fala”, explica.
    Feito os pedidos, Alcides Bernal segue na expectativa de que tanto Durães, quanto João Rocha, sejam punidos e percam a cadeira que ocupam na Câmara Municipal. “Não vejo desculpa para não cassar o mandato de alguém que usa um microfone tão importante como é o da Câmara, para fazer violência contra uma mulher e idosa. Independente de ser minha mãe nota-se que o objetivo não é legislar em favor do interesse público”, afirma.
    Questionado, o presidente da Câmara afirmou que até o momento não tomou ciência do pedido de cassação, porém, assegurou que assim que tiver ciência da solicitação vai tomar os procedimentos cabíveis. “Vou dar todo procedimento que o regimento da Casa define. Sou extremamente legalista e regimentalista e não interessa se ele está pedindo a minha cassação ou do Durães. Todas as providências legais serão tomadas”, relata. 

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário