VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Bernal começa 2016 ainda mais isolado na Câmara 'independente'

Com retorno dos trabalhos previstos para 2 de fevereiro, Câmara Municipal de Campo Grande pode iniciar 2016 sem representante do prefeito na Casa. Com falta de definição de apoio no legislativo, Alcides Bernal (PP) continua com a vaga de líder do prefeito na Câmara desocupada.
Bernal começa 2016 ainda mais isolado na Câmara 'independente'
Para agravar ainda mais situação, o prefeito tem amargurado redução da base aliada e recusa de parlamentares em se reaproximar dele como é o caso de vereadores como Alex do PT, que chegou a se reunir com Bernal, mas dias depois desistiu de reabrir diálogo e retomou discurso oposicionista. 
Enquanto alguns vereadores não poupam críticas a Bernal, outros amenizam discurso, mas se negam a integrar base, hoje composta apenas pelos vereadores Betinho (PRB), Luiza Ribeiro (PPS) e Cazuza (PP).
Para Chocolate (PTB), não há menor chance de se aliar ao prefeito diante da administração atual do progressista. “Bernal está fazendo uma administração péssima. Quero continuar independente na Câmara”.
Até mesmo o vereador do PRTB, Franciso Luis Saci, que diversas vezes se mostrou aberto ao diálogo com prefeito, no momento, garante que prefere continuar independente. "Não tenho nada contra Bernal, votei todos projetos importantes do Executivo, mas por enquanto continuo independente. ”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário